domingo, 14 de dezembro de 2008

Saudades ...

Ah ! Minhas saudades do Brasil estão com as horas contadas !!!
Mas uma coisa que todo mundo sempre dizia e que eu achei que fosse demorar mais pra acontecer era sentir falta da facul.
Achei que fosse demorar mais tempo pra sentir falta do 701U -Butantã-USP, hehehe.
Essa semana, fui ver um filme com uma amiga aqui na Universidade de Oslo. Na verdade, foi num lugar chamado Chateau Neuf, tipo um centro estudantil, onde rola concertos, cinema, teatro, etc.
Aí me veio aquele sentimento nostálgico da época da USP, das cervejadas, shows no velódromo, teatros e concertos na Medicina, piscina no Cepe nos sábados quentes (seguidos de escalada na Casa de Pedra, sushi ou açaí + cineminha ... ai ai ai) entre outras coisas.
Eu gosto do clima estudantil e das coisas organizadas por estudantes.


A gente viu uma animação do Tim Burton "The nightmare before Christmas" e como esse era o último filme que rolou do festival (do qual eu não consegui ver quase nada, pois os filmes que eu não tinha visto ainda passaram nos dias das minhas aulas de norueguês :-( ) a entrada foi de grátis e ainda por cima ofereceram 'gløgg' (bebida típica da época de natal, parece vinho quente de festa junina) também na faixa. Adoramos o filme, muito divertido e meigo !

Eu preciso rever o "Noiva Cadáver", também do Burton. Uma vez eu tentei assistir a um dvd piratex, mas a qualidade era muito podre e não vi nem a metade.


Enfim, eu citei aí em cima sushi e açaí. No primeiro, nóis dá um jeito .. já no segundo fica difícil. rs

Essa minha amiga conhece todos os sushis take away do centro de Oslo. A gente sempre ia num onde o sushi-man é um colírio para os olhos, mas os pontos fracos são os dias em que, do nada, ele fecha o sushi e vai viajar ou quando ele toca a coletânia de cds do Michael Jakson. Então ela sugeriu um sushi de um china e um outro de um vietnamita. Fomos no china e adorei. A comida é muito boa e 10 coroas mais barata que o 'xuxi do moonwalk' .

domingo, 7 de dezembro de 2008

Syningen - Noruega

Ê ! Cabamos de voltar de mais uma viagem pras montanhas.
Sim, é estranho, mas aqui a gente viaja pras montanhas e caminha na floresta.

Fomos a mais um encontro do Clube Norueguês do Husky Siberiano (NSHK). Dessa vez foi a vez do encontro de outono na neve.
Ficamos no topo de uma montanha no vilarejo de Syningen. Era uma cabana enorme e estávamos num grupo de 30 pessoas mais ou menos. Dormimos em quartos comunitários, com cachorro e tudo dentro. E pra dormir foi meio dureza, com sinfonias de ronco pra todos os lados, cachorro chorando e tudo mais. Depois tento tirar o atraso durante a semana.
Foi a primeira vez que Phoebe dormiu fora, na gaiolinha dela dentro do carro. Deve ter feito, no mínimo -15C durante a noite, mas ela no dia seguinte tava feliz da vida. Alguns cachorros dormem do lado de fora, na neve numa boa.

O lugar é magnífico. Os dias foram excelentes.
-5C, céu azul, sol e nadica de vento.

No sábado saimos com nossos esquis 'cross country' para dar uma volta.
Emprestamos um cachorro a mais, Bardus, um filhote gigaaaaante, pra puxar gente. Bardus e Phoebe foram amarrados pra puxar Anders, e eu fui conectada com um cabo elástico ao Anders, e lá fomos nós. A cada 500m eu levava um tombo. hehehe eu não tenho controle total sobre esses esquis ainda, se a cachorrada acelerava lá ia eu pro chão.
Mas foi divertido. No fim do dia, emprestamos um 'sledge' e a Phoebóca foi num time pela primeira vez. Colocamos ela e mais 3 cães pra nos puxar no trenó.
Tadiiiiica. Ela olhava pra trás, não entendo nada. Mas foi assim mesmo, não tinha opção né. E puxou. Na subida e na descida. Bonitinha. O papai Anders, tá que não se aguenta de orgulho da filhota.
E hoje no domingo, saimos só nós três para mais um tour. Dessa vez eu me cansei mais porque não tivemos o cão extra, então eu fui esquiando sozinha. Paramos no meio do nada pra comer nossa mexirica e tomar suco quente.
O nada. O topo da montanha. O céu azul, a neve braca de doer e o sol refletido em cada cristal de gelo. Só estando lá pra saber o quanto isso é belo.

Talvéz a Phoebe na foto abaixo consiga transparecer um pouco disso ..... :-)


mais fotos em: http://prikoh.multiply.com/photos/album/94

München - Alemanha


Nossos últimos dias da semaninha de férias que tivemos em novembro, passamos em Munique.

Amei aquela cidade. Muito fofa e gostosa. O centro velho é uma graça e as pessoas não são estressadas como em Paris :-P.

Muita cerveja, muita "sarxixa" e porque não, muita pornografia. Pior que as Alemanha só o Japão. Oh well, no nosso voô tinha até revista Playboy di gratis e na tv do hotel, além dos canais convencionais com TUDO dublado em alemão, havia também 3 canais de pessoas nuas e completamente depiladas.

Tivemos apenas dois dias. No sábado passamos o dia no centro velho, caminhamos horrores pelo calçadão, na área da Marienplatz, almoçamos no Viktualienmarkt, comida deliciosa e baratérrima, visitamos o museu Residenz, antiga residência dos Reis da Baviera (magnífica por dentro, mas não tiramos foto porque era proibido) e à noite fomos jantar com o irmão do Anders, que mora numa cidadezinha ao lado de Munique.

Ah também to trazendo uma sacola cheia de caneca da Oktoberfest a pedido do meu irmão, bem como camiseta e chaveiro, afe maria.

No domingo passamos o dia no Deutsches Museum, o maior museu de tecnologia e engenharia do mundo. A gente não visitou ele todo, mas mesmo assim passamos o dia lá. Pra quem é engenheiro, seja de minas, aeronáutica, civil, robótica, etc é um prato cheio. A seção de farmácia é bem bacaninha também.

Enfim, quero voltar mais uma vez para visitar alguns castelos que ficam perto da cidade, esquiar nos alpes e ir a Oktoberfest. Talvéz tenha que voltar mais de uma vez, então ?! rs

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Prejux (parte II)

Fala meu povo ! logo logo estou pisando em terra brasilis !!! aiii não vejo a hora. Mas tá difícil se concentrar na viagem ... vou ter aula até na véspera e ninguém merece, mas enfim ...
As 'crianças' aqui em casa estão na fase de aborrecentes ...
Phoebe logo logo entra no cio, e Nexus ... bom, acho que levo ele pra tomar sorvete* em breve também.
* digo tomar sorvete para não assustar o coitado. Foi o que fiz com meus outros dois gatos em sampa, saimos para tomar um sorvete que nunca existiu e voltamos pra casa com 4 bolas a menos, se é que vocês me entendem hihihihi
Esses últimos dias, especialemente, Phoebe está IMPOSSÍVEL. Cada dia ela destrói uma coisa ....
Se é que vou conseguir me lembrar de tudo, segue abaixo uma lista :
- hoje : 3 porta retratos (que estavam pendurados na parede), sendo que um foi pro lixo total, o resto tá mastigado + um enfeite de natal que estava sobre um dos porta retratos;
- ontem: vesti um casaco e quando vou fechar o ziper, cadê o infeliz ??? Phoebe deu sumiço nele, provavelmente engoliu. Passei frio o tempo todo na rua com o vento gelado entrando na minha barriga.
- ante ontem: uma revista sobre cães do Anders que estava no banheiro (agora, todas as revistas + papel higiênico ficam em cima de um armário. Se for usar o banheiro tem que lembrar de pegar o papel antes, um saco);
- o resto da semana ...: um dia ela abriu o guarda roupa e tinha meias espalhadas do Anders pela casa toda ... no dia seguinte, como se não bastasse, ela abriu a MINHA parte e mastigou umas meias e uma luva de couro com um pelo de bicho;
- Cena, Anders chega em casa e encontra no chão da sala, 3 colheres (mastigadas no cabo) mais uma faca que a gente usa pra cortar legumes e carne, ou seja, afiada. Agora "eu se pergunto me" como é que foram para na sala ...... tsc tsc ;
- esqueci minha pasta do curso de norueguês em cima do sofá. Fiquei sussa porque tudo estava dentro da pasta .... MAS ....Phoebe mora nessa casa também né ... mastigou minha pasta e destrui meu estojo, bem como minhas canetas e lápis;
- disse adeus ao meu rolo de macarrão novinho nessa semana que passou. Esqueci o dito cujo na bancada da cozinha, e TUDO o que o Nexus empurra pro chão cai no buraco negro da boca da cadela da Phoebe.
Enfim, pedi pro Anders , por amor a diós, pra levar a selvagem pro escritório dele alguns dias. Se for destruir alguma coisa, que destrua lá hehehe.

domingo, 30 de novembro de 2008

Madagascar 2

" I like to move it, move it"

Acabamos de voltar do cine !
Fomos ver Madagascar 2.
MUIIIITO BOM , dei muita risada. As piadas são muito boas, e pra variar é um desenho para adultos. Meu personagem preferido foi o rei Julien. E eu acho que me pareço com ele quando tento assobiar hehehehe.
Enfim, diversão garantida, super recomendo :-)

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Diferenças

Eu sempre amei viajar.

Não importa se é um país mais exótico do que o nosso, ou parecido com o nosso, mas a gente sempre acha algo de interessante e novo, seja na comida, nos hábitos, na maneira de agir e se comportar, etc. Mas eu sempre tive o cuidado de nunca tomar os meus hábitos de brasileira-paulista como o padrão.
O que pode ser anormal pra mim, é muito mais que normal para outras pessoas ... enfim esse blá blá todo, pra contar sobre as impressões de uma colega do trabalho que acaba de voltar de férias do Brasil. Foi para o Rio, Fortal e Jeri.
Cada dia ela solta uma coisa, mas até agora, foram ... "nossa, no Brasil tem gente pra abrir a porta do prédio pra gente entrar, né ?", sim, temos, custa uma ninharia e as pessoas se esfaqueiam por um emprego que paga quase nada ... ao contrário de mim, mal acostumada, que achei um absurdo a gente ter que encher o próprio tanque no posto de gasolina e pagar com cartão ali na bomba mesmo, não tem ninguém pra controlar nem nada, mas o pior é sair no frio pra fazer isso ...

"nossa, os prédios no Rio tem salão de festa, super legal essa idéia"... hehehe aqui, 99% dos prédios tem 4 andares, sem elevador, sem garagem, sem porteiro, sem piscina e muito menos salão de festa. No Rio um ap, sem os dos últimos 5 itens citados deve estar na faixa dos 10% no
máximo.

E hoje ela disse que achou um absurdo o café da manhã. Eu fiquei com aquela cara de "hã ?!", nosso cafézinho com pão fresquinho, bolo, suco de fruta de verdade, frutas, muitas frutas, queijo branco hmmmm etc etc. Aí ela diz "nossa, muito estranho, no café da manhã não tinha nenhum legume e verdura" . Eu não me aguentei e dei muita risada. Não! Não temos ! Essa coisa de pepino, tomate, pimentão (pimentão no café da manhã ! só de pesnar já começo a arrotar o danado argh) e peixe no molho ou em conserva é coisa de norueguês. Pois sim minha gente, é isso que é servido aqui. E é a mesma coisa praticamente que eles comem na hora do almoço.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Paris (parte II)

continuando a saga ...rs

Na segunda, voltamos para as Galerias Lafayette (já que domingo tava tudo fechado). Eu estava a procura de um vestido de festa, mas enfim só coisa chique no úrtimo lá e eu não tava no humor de comprar nenhum pedaço de pano bela baguatela de 5 mil euros. Mas enfim, aproveitamos uma pechincha (digo isso porque aqui em Oslo um corte de cabelo custa nada mais, nada menos do que 250 reaus, no cabelereiro de bairro ! ) para cortar os cabelos.

Tosei total. Pelo menos ficou bom, todo mundo tem elogiado bastante. Hoje no trabalho um cara que eu nem converso veio do nada me dizer que o corte ficou bom :-) E muitos acham que fiquei com cara de criança hehe.
Oh well, cabelos cortados e seguimos rumo a Torre Eifel. Eu me coçava feito uma louca com o cachecol mais os fiapo de cabelo pinicando no meu pescoço, mas tudo bem.
Subimos até o segundo andar da torre para bater umas fotos e só. Tava uma ventania danada e muito frio também. Fiquei encantada com a torre. Amei !
Fotos batidas, e fomos para a Champs- Élysées. Só olhar, logicamente. Aí, lógico que a turista nóia tem que ficar no meio da avenida para bater uma fota do Arco do Triunfo :-)
Andamos aquela avenida imeeeensa de cima a baixo e de baixo a cima pra fazer hora para nosso jantar. Fomos comer no Buddha Bar (ah, agora batendo no google vi que existe uma unidade na Vila Daslu ... grande b*s*a hehehehe). Enfim o de Paris é muito mais legal HAHAHAHA. O Anders tem TODOS os cds, e só por isso fomos rangar lá. Apesar do buda imenso dentro do restaurante, o resto não tem nada de mais.
O único lugar que não tivemos tempo de visitar, pois quando chegamos já estava fechado foi o Centro Georges Pompidou, o museu de arte moderna. Bom, fica para a próxima vez.
E nossa última noite em Paris foi gasta num hotel biitinho do tipo "boutique hotel", chamado "Caron de Beaumarchais". Fino e gostosinho, com café da manhã servido no quarto e shampoo e sabonete fino no banheiro, que a pobre aqui trouxe pra casa rs, lógico, de gratís até ônibus pro Tijuco Preto lá em Jundicity (Rê, precisamos fazer essa "viagem" ainda !).
Ah, Narita, em frente desse hotel fino, tinha uma "louja" igualmente fina de bijoux ... fui lá duas vezes pra comprar seu presente de aniversário. Na primeira vez tinha um bilhete dizendo que a mulher voltaria mais tarde ..... qdo eu voltei mais tarde tinha outro dizendo que ela tinha ido almoçar. Aí minha paciência acabou e vc ficou sem a bijoux fina ... Je suis désolé !
E nos dois últimos dias de França, nós fomos pra EURODISNEY. Uhuuuuuuu.

Ficamos num dos hotéis dentro do parque. "Se divertimo-nos "! O parque da Disney é mais pra criancinha, mas os Estúdios Disney, relacionados com os filmes, são o máximo. Muita montanha russa e emoção. A-do-rei. E sobrevivi sem comprar nenhuma bugiganga.
De Paris seguimos para Munique, nas Alemanha.

domingo, 23 de novembro de 2008

Paris (parte I)

Jardim de Luxemburgo

Párri, Párri !
A duas semanas atrás a gente teve um semana inteira de férias !!!
As "crianças" ficaram num kenel e foram super bem tratadas, tanto que Nexus voltou pra casa parecendo uma bola de pelos.

No sábado fomos nós três para o aeroporto, pois mami voltou para o Brasil no mesmo dia que embarcamos para Paris. E LOGICAMENTE que tinha que ter dado mais rolos na volta dela, coitada. Como na vinda ela usou um trecho a mais da passagem (devido a perda das conexões), na volta não constava o trecho Oslo - Frankfurt, ou seja, teríamos que pagar na hora de novo. Enfim, depois de muita ajuda do pessoal do superte da SAS do aeroporto, eles embarcaram minha mamis (mesmo sem ter a garantia de que a TAM pagaria novamente por esse trecho) que chegando em Frankfurt ganhou um upgrade e voltou de "crasse executiva". Fino. A bagagem também chegou tudo bem lá em sampa. Ufa.

Eu já tinha ouvido falar que o povo em Paris era mau educado. Mas gente do céu, que foi aquilo ?? Você quer entrar no elevador ?! Só na base da cotovelada ... Quer passar na catraca do metrô ? Ponha seus cotovelos novamente em ação. Você está ali, na fila aguardando, pois convenhamos, não podemos quebrar uma lei da física ... e eles (os parisienses) vêm do nada e passam na sua frente, na MAIOR naturalidade. Fora isso, outra coisa negativa que achei foi o estresse das pessoas. Todo mundo correndo, empurrando, parecendo que vão tirar a mãe da guilhotina.

A gente ficou os primeiros dias num hotel na rua do "Moulin Rouge". Pertinho da igreja "Sacre Cour", que foi nossa primeira parada. Lá de cima se tem uma vista linda da cidade. E lá também saboreamos nosso primeiro crepe. Nham, nham. Banana com chocolate.

Demos uma voltinha na "Place du Tertre", local repleto de pintores, escultores, que vendem suas obras, ali, na rua mesmo. Jantamos num mini restaurante perto da praça. Cardápio com comida típica francesa. No prato, legumes daqueles que a gente compra congelado e entrada, salada e praço principal com molho de salada pronto. Argh. À noite fomos visitar o "Musée de l'érotisme" que ficava na "nossa rua" (muito legal!!) e paramos para um café no "Le Chat noir", atual.



No dia seguinte caminhamos em direção ao rio Sena. Como era domingo, tinha menos gente nas ruas e as lojas estavam fechadas.
Passamos pelas Galerias Lafayette (tipo o Harrods em Londres), caminhamos sentido o teatro nacional e terminamos no Museu do Louvre. O lugar estava cheio, mas sem filas. A gente escolheu umas das sessões para visitar. Começamos pela parte de cultura egípcia e rodamos pelas adjacências. Fomos dar uma alô para a Monalisa também. Lá pequina no canto da sala. Enfim, gastamos metade das pernas rodando 1/3 do Louvre, que é bacanex mas não é a cereja do meu sunday, definitivamente. Gostei muito mais do museu D'Orsay :-) que também visitamos no mesmo dia. Seguido de uma caminhada no "Jardin du Luxembourg", marrom, cinza e seco. Colorido apenas por flores colocadas em arranjos gigantes, que acabou dando um look legal no parque.



Fomos andando a margem do Sena até chegarmos na catedral Notre Dame. Gigaaaaante e linda. Entramos para visitar e naquele momente estava rolando missa, com cantos e incensos. Adoro cheiro desses incensos de igreja :-) .... continuo no próximo post ;-)

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

de volta

ufa ! estou de volta ! estava sem computador nesses ultimos dias !
mas agora tenho um novinho em folha e ainda vou acertar os acentos.
Bom, aconteceu que um dvd ficou enroscado dentro do laptop ... a gaveta abria e o dvd ficava enroscado dentro. 40 minutos depois, 4 maos, 2 pincas e duas lanternas a gente consegui fazer um parto forcado e o dvd saiu. Mas um segundo depois a gavetinha inteira saiu na minha mao .... ahhh que odio. Bota mais uma meia hora e consegui encaixar tudo de novo, mas ai o lap nao queria mais ligar. Hunf.
O Anders estava nos EUA, liguei pra ele, e no mesmo dia ele comprou um novinho em folha por 500 dolares ! 'E um bem basico mesmo, mas ta bom. Agora minha ganhou um lap top morto pra mandar ressucitar.
E sim, minha mamis esta aqui de novo !!!!! Coitada, chegou com 12 horas de atraso. O aviao saiu atrasado do Brasil e em Milao ela perdeu a conexao pra Oslo e uma das bagagens ficou no Brasil. Conseguiu uma outra conexao com escala em Frankfurt, mas o voo saiu atrasado de Milao, e surprise, ela perdeu o outro voo em Frankfurt. Enfim, 12 h depois, ela chegou sem mala heheeh. A mala veio 3 dias depois. Tadinha.
O bom foi que dessa vez ela pode ver o outono bem de pertinho. Tudo estava muito lindo. Mas ontem nevou. Nevou horrores. A Phoebe foi a que mais se divertiu. Ela rolou na neve, comeu a neve, cavocou a neve com o focinho e tudo mais, muito bonitinha.
Amanha vamos numa festa do meu trabalhao Jubileu do departamento, 70 anos. Sera a primeira festa com o povo do trampo e a primeira vez que todo mundo pode levar um acompanhante. Acho que vai ser bacaninha. Hoje eu levei um bolo de fuba cremoso (dilicia) pro trabalho. Noruegues s'o conhece bolo de chocolate ou brownie. Enfim, falei que era um bolo de milho. Foi engracado ver a reacao do povo. Pro pessoal do lab eu expliquei, mas pro restante nao. Eu s'o estacionei a forma no canto do cafe (mais conhecido como buraco negro, onde tudo que eh comestivel desaparece) e minutos depois o povo foi aparecendo. Eu estava dentro do laboratorio que fica num ' aquario' e vi as pessoas pegando o bolo, olhando, cheirando, se perguntando o que raios seria aquilo hehehe (eu sei que 'e exagero, que 'e apenas um bolo, mas eles fizeram isso sim rs) ai eu sai e falei que era uma receita brasileira e todo mundo elogiou.
Tenho mais coisas pra postar, mas eu escrevo depois :-)

domingo, 12 de outubro de 2008

Relembrando a infância ....

Pri diz:
fio, vou ali comprar cigarros e já volto rs
Hugo diz:
comprar cigarros???
Pri diz:
hehehe, mas já volto

Hugo diz:
traga um Derbi pra mim, blz?
Pri diz:
azul ou vermelho ?
Hugo diz:
putz, eu nem sabia que tinha essa variação. Traga azul que é coisa de macho.
Pri diz:

Pri diz:
derbi é cigarro de pedreiro e acho que de cobrador de onibus tb
Hugo diz:
aqueles caras que usam camiseta regata e botam o cigarro na alça, já viu?
Pri diz:
isso
Hugo diz:
então eu quero um Lucky Strike.
Pri diz:
hmm, to lembrando agora daquele jogo, quando faltava professora na escola ...
Pri diz:
"ueeeeeestópi"
Pri diz:
qdo tinha a letra "D", na catchigoria carro, todo mundo escrevia, o quê, o quê, o quê ???
Hugo diz:
sei lá.. Dodge?
Pri diz:
nhé
Pri diz:
Del rey
Hugo diz:
hahahhaha
Pri diz:
(nunca pensei no Dodge, droga!)
Hugo diz:
eu era bom nesta brincadeira
Hugo diz:
e país com D???
Pri diz:
Dinamarca
Pri diz:
rá !
Hugo diz:
todo mundo botava Dinamarca.
Pri diz:
:-P
Hugo diz:
eu semmmmmmmmmmpre ganhava pq eu botava Djibouti.
Pri diz:
nossa, como vc é chato
Pri diz:
qdo o assunto era cigarros eu lembro que os meninos saiam melhor
Pri diz:
vc colecionava embalagem de cigarro ?
Hugo diz:
sim, colecionava.
Hugo diz:
aliás...eu enviava cartas para as industrias pedindo marcas....
Pri diz:
souza cruz, básico
Hugo diz:
souza cruz, sudan, philip morris, tinha outras...
Hugo diz:
a souza cruz era legal. Eles mandavam até marcas ainda não acabadas sabe? Tipo... os maços sem colorir ainda.
Pri diz:
da hora
Hugo diz:
era uma coisa quase cientifica pra mim. Eu tinha uns esquemas pra falsificar, alterar, etc.
Hugo diz:
dava banho de ki suco e tirava a tinta com acetona.
Pri diz:
puta que pariu
Hugo diz:
isso tudo sem internet hein? se tivesse internet ninguem me segurava...haha
Pri diz:
o ki suco saía com acetona ?
Hugo diz:
algumas marcas vinham com uma pelicula e não dava pra tirar a tinta saca? MAS... com o ki suco (que é semi-radioativo) ele meio que "apodrece" a pelicula.. depois vc fica fácil de tirar com acetona. Aí vc pode fazer um maço de hollywood ficar branco no lugares onde era vermelho...rs
Pri diz:
gente do céu ! Aí, só vc no mundo tinha o tal cartão do cigarro que nem a própria souza cruz tinha
Hugo diz:
issoooooooooooooo
Hugo diz:
bandido né?rs Eu tinha 10 anos de idade.

domingo, 5 de outubro de 2008

Skramstadseter

Brrrrrrr....
Em Skramstadseter, onde passamos o final de semana, o inverno já chegou !!!

Passamos o findi lá para participar da reunião outonal do "Norsk Siberian Husky Klubb" (N.S.H.K), ou Clube Norueguês do Husky Siberiano, do qual, agora, todos nós aqui em casa fazemos parte :-)

A programação foi bem intensa e no ano que vem ficou prometido que eu e Phoebe vamos participar ! Dessa vez somente Anders competiu. Eu fiquei com medo, confesso (de quebrar uma perna, por exemplo) e a Phoebe ainda é muito neném, 4 meses apenas !
Eu fiquei dando uma de fotógrafa, tanto que algumas fotos serão publicadas na "Huskybladet", a revista do clube !
Na noite de sexta pra sábado nevou pra caramba. Tudo ficou lindamento branco até que a lama e o gelo tomaram conta de tudo.
Rolaram várias competições, mas todas num clima de amizade e sem concorrência. Eu achei que não fosse consegui dormir em meio de centenas de cães, mas as noites foram super sossegadas. Todos se comportaram, até a Phoebe que é mega mimada. Digo mimada porque ela vive em apartamento e sozinha, comparado com os outros cães, em sua grande maioria, vivendo em "kennels" com mais uma dúzia.
As competições foram em diversas "catchigorias":
- Corrida com 1 cachorro (nessa categoria, um menininho correu pra caramba, super bonitinho !)
- corrida com 2 cães;
- bike com 1 ou com 2 cães;
- "kart" com 6 ou 8 cães e
- "open class", vale acima de 8 cães ou raças misturadas.
O Anders correu com bike e com um cão.
Tadico chegou em último lugar, mas com muito orgulho !!! Ele emprestou um cachorro, Romulus, que nunca na vida tinha puxado uma bicicleta e que não está acostumado a correr sozinho, só em time. Ou seja tinha tudo pra dar errado hehehe. Na primeria curva ele parou para fazer um totô e depois queria voltar de volta pra largada. Após convence-lo, seguiram em frente, até que ele avistou sua dona e parou de vez. Teve gente que correndo a pé, superou o tempo do Anders hehehe. Mas tudo bem, o que importa é participar e a noite rolou um jantar com entrega dos diplomas de participação !

Também rolou um bingo com coisas pra cachorro e demais acessórios. E logicamente, a gente nao ganhou nada ! Após o bingo tivemos uma palestra com um cara que morou 20 anos em Svalbard, no fim do mundo, lá no fim mesmo, onde Judas teve seus dedos dos pés carcomidos pelo gelo. Ele trabalhou com pesquisa sobre ursos polares e agora escreve livros a respeito das aventuras.

E hoje, domingo, pela manhã saimos pra dar um rolê de bike, mas com a Phoebe e um outro cão líder. A Phoebe puxa bem, mas na companhia do outro cachorro ela queria mais brincar do que outra coisa. Mas foi legal e eu no final fiquei pra trás e o acabei atracando minha bike na bike do Anders, que estava com os dois cães. Pois convenhamos, pedalar na subida com 2 calças, 3 blusas, luvas, gorro e uma butina enorme de borracha, não rola.

Abaixo segue o link pra as fotos. Eu acho que fica melhor se vocês clicarem em "Zoom in" que aparece no canto superior esquedo, logo acima da foto. Dessa forma a foto fica maior e dá pra ver melhor alguns detalhes :-)

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Outono

Se o verão deixou a desejar, o outono está pelo menos fazendo sua parte :-)
As folhas já cobrem o chão e a paisagem está nos tons de vermelho, laranja e marrom !

Semana passada levei a máquina fotográfica pro trabalho pra tirar umas fotos na frente do prédio, mas óbvio que só consegui tirar 3 fotos porque acabou a bateria ....

Mas de qualquer forma os finais de semana estão sendo bons e a gente está aproveitando pra sair de bike e dar uma canseira na Phoebe !

Agora em setembro também é a época de começar a tomar o óleo de bacaiau que eu, simplesmente, detesto, mas tomo o encapsulado. Aqui dizem que se tem que tomar isso durante os meses que terminam em "r" começando por "setember" e vai até "februar", ou seja, 6 meses. Ajuda a encarar a escuridão que começa a se arrebatar por aqui.

6 horas da matina já está escuro. O bom é que a Phoebe dorme até mais tarde também. Nesse final de semana ela nos deu o luxo de dormir até as 8 da manhã. Desde que ela chegou aqui em julho a gente NUNCA mais conseguiu dormir até depois das 7:30 !


sábado, 20 de setembro de 2008

100 anos


O post de hoje é só para informar que passei no exame de direção ! Agora tenho carteira de motorista norueguesa, fino ! hehehe
O detalhe é que ela é válida até 2081, ou seja até os meus 100 anos de idade. Maravia !
Eu fiz duas aulas práticas com mais dois amigos brasileiros e passamos os três no exame ! Eba.
Para trocar a carteira a gente só precisava da prova prática, mas caso a gente reprovasse ou esperasse mais de um ano da data do visto de entrega no país, teríamos que fazer todo o processo com aula e prova teórica, direção no gelo, etc, etc. E custa a bagatela mínima de 10 mil reaus.
Mas assim que a neve chegar, já pedi ao Anders para nos levar num lugar remoto pra gente treinar. Deve ser mais ou menos que nem dirigir na lama, acredito eu.

A foto acima é do pôr-do-sol de hoje, visto da nossa varanda !!
Amo as cores do outono. O céu fica parecendo algodão doce sabor cor de rosa :-)
O tempo agora já deu uma esfriada e os dias já estão bem mais curtos, agora por exemplo são 8 e meia da noite e já ta tudo preto lá fora, ao contrário da claridade das 11 e meia...

Segue um link com algumas fotitas da Phoebe e do Nexus. Cada dia maiores e mais safados. Agora ambos descobriram que é possível fugir pela porta de entrada e correr pelas escadas. Ontem foi um deus nos acuda. Chegamos em casa carregados, Anders seguranto um tapete nas costas que buscamos na lavanderia (tava todo mijado pela Phoebe, eca) e eu com uma sacola do mercado abarrotada. Abri a porta e eis que o gato sobe que nem um foguete pro andar de cima e um torpedo canino foi escada abaixo. Não foi a primeira vez que fizeram isso, mas agindo em conjunto sim, e isso torna a captura mais demorada, sobrando mais tempo pra vasculhar sei lá eu o que pelos andares do prédio.

sábado, 13 de setembro de 2008

7 de Setembro


Esse ano eu comemorei o 7 de Setembro ! Sem hino nacional, sem desfile obrigatório, sem nada disso. MAS com comida brasileira, risadas e muita diversão.

A brazucada que conheço se reuniu na casa da Carol, à convite da mesma.

Cada um ficou encarregado de trazer um prato de comida brasileira e ir vestido com as cores de nossa bandeira.

A dona da casa cuidou de todos os detalhes da decoração. Ficou super legal. Eu até achei que algumas coisas ela tivesse comprado em loja e trazido do Brasil, mas que nada ela fez na computadora.

Eu fiz uma farofa. Tinha meio saco só em casa que estava guardando.

A Silvia me trouxe em julho e a próxima remessa da farinha só chegaria de carga aérea em outubro ... mas enfim, fiz, coloquei tanta coisa na farofa que dava pra servir um batalhão. No fim, tinha tanta comida, tal como brigadeiro, salgadinhos, bolo de banana, pão de queijo, cachorro-quente e um pudim de doce leite que eu não vi e dizem que ficou na geladeira esquecido ..... tsc tsc e minha farofa sobrou um monte e eu esqueci minha parte lá também. Espero que a Carol não tenha limpado a bunda com espanador depois de comer farofa a semana toda hehehe.

A gente jogou imagem e ação tabajara que a Carol preparou com nomes de filmes e eu me dei conta de que sou ruim pra c*r*l*o, afe sou melhor no imagem e ação original regado a refri e esfihas do Habbibs hehehehe. Mas outros jogadores deram um show de bola :-). Também jogamos detetive e apesar de ser um jogo super simples rendeu boas gargalhadas e fotos engraçadas.

Foi muito bom rever todo mundo, falar português e dar risadas !



quinta-feira, 11 de setembro de 2008

aulas, aulas, aulas ...

Minhas férias das aulas noturnas duraram exatamente um ano.
Após 6 anos de faculdade, com aulas noturnas e aos sábados, estou de volta a vida de estudante.
Mochila (sempre, nao importa se tenho aula ou não), livros, cadernos e lanchinhos para o jantar.
Às segundas e quartas eu tenho meu curso de norueguês, compulsório de no mínimo 250 horas. A turma é bem variada e gente boa. A profis também é excelente. Tô gostando.
Às terças eu tenho um outro curso também compulsório, 50 horas, sobre a sociedade norueguesa. Diz respeito as leis, direitos e deveres de todos os cidadãos, inclusive os imigrantes. A gente só consegue o visto de residência permante se tivermos cumprido essas horas.
O curso é bacanex também, com um pessoal beeeeeeeem variado, de todas as partes do mundo. A única coisa chata é que se eu perder uma única aula se quer, eu tenho que pagar essas horas depois no próximo semestre, me inscrever de novo no curso por questão de minutos multiplicados por 60. Aí ninguém merece.
Mas na primeira aula desse curso sobre a sociedade norueguesa, ou "Samfunskunskap" (ganha um doce quem conseguir falar essa palavra sem engasgar !) o professor pediu para que a gente discutisse o que foi que ouvimos falar da Noruega em nosso país de origem e depois leu em voz alta ..hehehe foi engraçado, porque a gente nao sabia quem tinha escrito o que, ou seja, com o que foi comparado, mas ouvi coisas do tipo: na noruega só tem gente bonita .... na noruega todo mundo é alto ... eu amo loiras .. na noruega o povo dirige muito devagar (esse aposto que foi um turco que escreveu hahahahha) ... eu amo loiras II .... o povo é frio, etc etc.
A gente, aí no Brasil, cresce ouvindo falar do Bacalhau, então foi uma das coisas que comentei e as outras, foram coisas que eu "aprendi" no curseco de noruegues que fiz na USP. O professor de lá nos avisou sobre os tais queijos marrom (que parece doce de leite) e o "gammel ost" ou queijo velho. O pai do Anders, por ex, gosta do queijo velho, e para isso tem duas facas na cozinha. A faca do mal, usada unica e exclusivamente para cortar o queijo fétido e a faca do bem, usada pra passar manteiga no pão. O queijo fede tanto que não adianta lavar a faca depois.
Fora isso a paixão do povo nórdico pela neve e esquis.
E por falar nisso, não vejo a hora que neve !!! (já me tornei um deles hehehehe)

domingo, 31 de agosto de 2008

Prejuízos ...tsc tsc

Estava tudo muito bom pra ser verdade ... um cachorro e um gato de três meses, em casa, sozinhos, todos os dias e nenhuma bagunça além do xixi no jornal ...hm ... estranho, muito estranho.
Até que um dia as coisas tem que acontecer ...
Sexta-feira quando chegamos do trabalho, o telefone da cozinha estava jogado no hall de entrada. Por sorte o aparelho é sem fio (e temos dois !) e com ele não aconteceu nada, já o fio elétrico e o transformador pareciam que tinham sido colocados num liquidificador que pica gelo.
Pro lixo com tudo isso e ainda temos um telefone, na sala, que funciona.
Como se não bastasse, na noite seguinte meu fone de ouvido com microfone que estava conectado no meu laptop também foi levado, misteriosamente, para o tal liquidificador e retornado, aos frangalhos, para a mesa do escritório. Em nenhuma das duas ocasiões a gente conseguiu pegar o autor (a) do crime.
Mas como o final de semana ainda não terminou, deu tempo de aprontar mais ...
Ontem, sábado, coloquei um pedaço de bacalhau salgado na água para dessalgar. Trancamos o bacaiau no banheiro durante a noite, para que nenhuma criatura se a aproximasse da tentação.
Hoje pela manhã eu troquei a água e deixei o pote na bancada da pia. Enquanto o Anders levou a Phoebe pra fora, eu ouvi um "splash" vindo da cozinha ... corri até lá e o danado do Nexus tinha fuxicado no pote que virou no chão. Bom, recuperei o bacaiau e recoloquei na água. O Nexus foi parar no chuveiro e para minha surpresa acho até que ele gostou de tomar banho. Ficou quietinho curtinho a água quentinha.
Momentos após, eu e o Anders estávamos no escritório e os dois (Phoebe e Nexus) estavam em algum outro canto num silêncio supremo. De repente, a Phoebe passa correndo para a sala e o Anders vira e diz: "hm, tô ouvindo um barulho estranho vindo da cozinha..." e eu não tava ouvindo nada e falei para que ele fosse até lá dar uma espiada.
E não poderia ter sido pior ...
Depois da primeira tentativa de roubo, eu coloquei o raio do pote com o bacaiau dentro da pia, acreditando que lá estaria tudo bem, mas não é que o prodígio do Nexus "pescou" o bacaiau do pote (2 pedaços maiores que ele próprio). Quando a gente entrou na cozinha, ele estava almoçando um dos pedaços, aí eu olhei em volta e não vi a Phoebe. Sai correndo pra varanda e dei de cara com ela lambendo os beiços, toda satisfeita. Bitch !!!! Pronto, agora teremos metade do jantar só.
Aí, o Anders deu uma olhada dentro da casinha dela só pra ter certeza, e não é que ele encontrou o outro teco de bacaiau lá dentro ?! Ela tava escondendo pra comer depois ! hehehehe, eu não conseguia para de rir e agarrar o bacalhau. Eu fiquei imaginando a cena dos dois, que agora atuam em equipe, roubando o bacalhau da cozinha hehehehehehe.
Enfim, eu peguei esse outro pedaço, limpei e lavei e ele voltará para nosso jantar:-)
Bacalhau salgado aqui custa mega caro, ao contrário do que se pensa no Brasil, e não dá pra desperdiçar !

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Violência

As férias de verão acabaram. E acabaram pra todo mundo, inclusive para os criminais e gente maluca.
Digo isso, porque no mês de julho quase não trabalhei, eu estava lá plantada no laboratório, mas trabalho que era bom, nada. As pessoas sairam de férias e os bandidos também. Impressionante como, agora, o trabalho dobrou.
Nessa última semana, dois casos chocantes. Um pai assassinou os dois filhos e a mulher, e ontem um cara matou o filho de 6 anos e depois se suicidou. Eu me pergunto, o que leva uma pessoa a matar uma criança ? Ou pior, o próprio filho ?
Mas enfim, assassinatos aqui são raros, comparados somente aos números de São Paulo, por exemplo.
Um fato "curioso" é que a maioria dos crimes aqui são cometidos por estrangeiros. Muito triste. E por causa de alguns que a maioria se ferra depois. Uma menina do meu trabalho, norueguesa, se casou com um cara africano e o visto dele já foi negado duas vezes. Ele vive na África e ela aqui. O cara é gente boa, trabalhador, esforçado, mas por causa de outros que deram o golpe (se casaram só para obter o visto e depois aprontaram todas criminalmente) ele é que tem que pagar o pato.
Oh well, é uma situação complicada.
E por falar em complicado, eu voltei ao curso de norueguês. Enfim, comparado com agosto passado eu tô supimpa no norueguês hehehehe, já consigo destinguir os sotaques e dialetos. Alguns deles eu simplesmente não entendo, tipo o sotaque que falam em Bergen (cidade que visitei quando fiz o passeio aos fiordes). O da minha chefa, que vem do norte, também é complicado. Eles pronunciam tudo muito diferente e com a entonação diferente. Aí só pra ajudar, hoje li um jornalzinha da Universidade de Oslo, que é escrito em "nynorsk", ou seja, novo norueguês, que quando eu leio eu entendo tudo, mas não sei escrever nada e também entendo pouco quando alguém fala em nynorsk. Mas eu chego lá !
Ah, eu fiquei sabendo que um amigo meu viajou agora, durante suas férias, mas eu não sabia para onde ....
agora eu sei !
Guille chegou seu cartão de Salvadô, oxente. Muito obrigada !

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Semana de cão !


Ufa, tá difícil repor as energias !

A coitada da Phoebe pegou uma virose, segundo o vet, e está com uma diárreia a 12 dias já, todos os dias e NOITES. Isso significa levantar até 2 vezes no meio da madrugada e limpar o rio, literalmente, de bosta no meio da casa. Mas dá até dó da bichinha. Em alguns dias ela também vomitou. Mas enfim, o vet disse que está rolando um surto dessa virose em cachorros aqui em Oslo e o negócio é aguardar. Ela está comendo uma dieta especial e também demos soro caseiro. MAs agora ela tá magricelinha, judieira. Segundo minha mãe, se a gente tivesse filhos, eles cagariam nas fraldas e não pela casa toda. Mas assumir compromisso com animais inclui limpar as coisas e não dormir direito por mais de uma semana.

E de resto segue tudo as mil maravilhas. Phoebe e Nexus já parecem ser os melhores amigos. Lógico que a maneira deles. Agora ele já deixa ela morder a barriga dele e tudo mais hehehe é engraçado, porque eu acredito que ele faça um certo terro psicológico com ela, que é mais bobinha.
Essa noite o Anders levantou várias vezes e eu fiquei com preguiça, só pensei "deixa a cachorra cagar em tudo e amanhã cedo eu limpo" e então pela manhã vi que não tinha muitoS desastreS, apenas um e perguntei porque foi então o outro levantou mil vezes. Aí ele me respondeu que foi pra cutucar a Phoebe que roncou a noite inteira (ela dorme na caminha dela, no chão ao lado do Anders) . Ai eu falei ahá, agora vc sabe o gostinho dessa insônia.

Ela ronca que nem gente, credo !


E por falar em roncar, Anders comprou um medicamento para parar de roncar (para humanos !) chamado "Silence", "la garantia soy yo" ou seu dinheiro de volta ... devo confessar que estou a procura da nota fiscal para reaver o dinheiro de volta.


E como uma coisa leva a outra, aqui vai um link de um vídeo engraçadíssimo do Achmed the Dead Terrorist

Have fun !

domingo, 10 de agosto de 2008

Ele chegou, Ele chegou !!!!!

EEEEba nosso gatinho Nexus chegou !!!!

Ele é tão lindo e fofinho e sapeca !!!

Ele veio junto com um kit. Brinquedos, comidas chiques, pacotinhos com comida congelada (peixe, frango e carne bovina), cat milk !!!! (eu tomei e é gostoso heheheh), caminha, caixa de transportes e brinquedos.



O Anders levou a Phoebe para dar uma volta enquando eu e a Sil apresentávamos a casa nova para o Nexus, que de tímido não tem nada. Fuxicou em tudo e ficou brincando, até o Anders voltar ....

... aí começou a batalha. Vamos dizer que ele a Phobe não acreditam em amor a primeira vista. E era um gato arrepiado e miando de um lado, e uma cadelinha total criança tentando brincar do outro.



O problema é que eles não entendem a linguagem corporal um do outro. Mas é melhor que a Phoebe queira brincar com ele ao invés de atacá-lo, e ele por já ter um espírito mais dominador fica duro e parado na frente dela , arrepiado e dando uns tipos de espirros que mais parecem uma cobra naja jogando o veneno numa presa. Uma coisa meiga que só vendo hehehehe.

Mas vamos dar tempo ao tempo, acreditamos que eles ainda serão bons amigos. Mais sobre as aventuras deles, vcs encontram no blog deles.

Frankfurt - Alemanha

Hallo, hallo !!!
Melhor tarde, do que nunca .....rs

A duas semanas atrás eu fui para Frankfurt, me encontrar com a Sil :-) EEEEEEEEEEEEEEEEE.

Foi MUUUUUUUITO bom revê-la !

A gente chegou no mesmo dia, só que ela veio num voô mais cedo direto do Brasil e eu cheguei a noitinha. Daí combinamos de nos encontrar direto no albergue.
A viagem do aeroporto para a estação central de trem leva uns 10 minutinhos só e nosso albergue era bem ali na bocada. Tanto que eu já tinha lido que esse lugar era meio que "red light district".

Na hora do check in rolou uma confusão com o tiozinho que quase me mata do coração dizendo que minha amiga não tinha chegado ainda (como não chegou ?! pronto enfiaram a Silvia num avião de volta pro Brasil ...), mas depois a "pópria" apareceu por lá e o carinha teve que esperar a gente se abraçar, se beijar, contar como foi a viagem, como era o albergue, o que a Sil tinha comido no avião, isso, aquilo e aquele outro, e aí sim eu assinei a papelada e terminei meu check in.

A gente saiu pra jantar num pub e no dia seguinte fomos bater perna.


Rodamos tudo a pé. A localização do albergue é excelente e fica pertinho de tudo.
Visitamos alguns museus: de filmes, de arquitetura, de história natural e um sobre o Struwwelpeter ou João Cabeludo (?), que é engraçadinho. Ah também visitamos a casa do Goethe, que eu não achei nada de tãaaao especial.
Batemos pernas em várias lojas a procura de promoções, mas nada.
Ah também comemos um morango gigante coberto com chocolate Godiva em frente a própria loja. Diliçá!

Comemos algumas comidas típicas ( "schnitzel", chucrute (conserva de repolho fermentado), e tomamos algumas cervas alemãs. A comida depois de uns dias começa a ficar difícil porque eles comem muita carne de porco e carnes em geral e eu não sou muito fã, mas enfim.

Fizemos amizade com um bando de irlandeses bêbados do nosso albergue. Afe como aquele povo bebe. Eles eram corpos etílicos ambulantes. Fizeram um drink com red bull, "Jägermeister" (que eu simplesmente odeio, parece biotônico Fontoura vencido) e vodka para a gente virar de uma só vez. A gente mandou ver, mas depois continuamos na nossa cervejinha "Beck lemon" que mais parece refri.

Uma cena engraçada que nos faz rir até agora foi aquela em que a Sil agarrou um mendigo.
A gente estava andando na praça em frente ao albergue, que fica em frente a estação central e tava lotado de "weirdos", drogados, mendigos, os irlandeses bêbados (que estava deixando o rico dinheirinho no buteco da frente do albergue), policiais, putas e a gente. Aí nós duas estavamos no maior papo e não vimos que um mendiguinho vinha vindo em nossa direção. Aí o coitadinho trombou com a Silvia (que é bem maior que ele) que não percebeu o mendigo que deu um grito de susto e a Silvia levou uns longos segundos pra se tocar da merda, e quando percebeu, ela abraçou o mendiguinho e deu outro grito e aí ficou todo mundo sem entender nada. Hahahaha foi hilário. Sorte foi, que tinham dois policiais numa viatura que assistiram tudo de camarote e estavam rolando de rir, fiquei pensando na pior hipótese, deles assistirem a cena pela metade e ir lá ter uma conversa com o mendiguinho sujo.

Ah fora isso também me ofereceram dinheiro pelo meus favores sexuais. Eu não entendi o que o tiozão falou e tratei de acelerar o passo, fiquei sem saber o meu preço no mercado.

Depois, no domingo eu voltei pra casa e a Sil passou a semana na Alemanha e depois veio pra Oslo :-)

domingo, 20 de julho de 2008

Canoa Ally

"Se a canoa não virar, olê olê olê olá ...eu chego lá...rema, rema, rema, remador...."
Ontem foi uma questão de honra !
Contamos com o apoio de um amigo, bem forte hehehehhehe
E fomos, a equipe toda, incluindo o amigo e Phoebe, para o mesmo local da última vez.
Ela (a canoa) não mordeu ninguém dessa vez. Estava bem comportada, tanto que em meia hora botamos a bicha dentro d'agua. EEEEE.
Eu dei apoio moral e fiquei de olho na Phoebe, enquanto que os meninos puseram a mão na massa.
Foi só a gente colocar a canoa no riozinho que começou a caior o maior toró.
Aí, todo mundo entrou no carro e ficamos lá esperando uns minutos, até que a chuva deu uma acalmada.

Todos a bordo, e lá fomos nós.

A Phoebe estava curiosa. Curiosa de mais. Corria de um lado para outro, esticando o pescoção para fora, até que numa hora, plum, a coisinha se jogou no rio hahahhaa sorte que eu estava segurando-a pela coleira e num puxão a trouxe para dentro da canoa de novo. Toda encharcada. E eu reclamei porque minha bunda ficou molhada (a canoa só tem dois banquinhos e eu estava sentada no "chão"). Mas eu deveria ter ficado calada, para reclamar depois ....
Quando a gente estava remando em baixo de uma ponte, justo no mesmo momento em que um busão passou a milhão e por causa da chuva tinha uma poça d'agua gigaaaaante, e não deu tempo da gente "brecar" e um splash maior que o toró de chuva caiu na nossa cabeça. Ê beleza !
Encharcados, mas felizes voltamos para casa ;-)



Abaixo estão algumas fotos da canoa (16, 5 feet de comprimento), que meu amigo tinha me pedido para postar. E um vídeo no link http://andersf.multiply.com/video/item/53

Ah o Anders fez um blog para a Phoebe e Nexus. Tá super fofo. Só clicar aí do lado em MjauDoggyWoggy






sexta-feira, 18 de julho de 2008

1 ano

É minha gente, hoje faz um ano que vim de mala e cuia pras Noruega.
Não me arrependo de nadica, mas sinto uma saudade insana do Brasil, da minha família e amigos.
Parece até que foi semana passada que dirigimos até Guarulhos....
Oh well, o que importa é que cá estou ! E as saudades vou matando aos poucos por telefonemas (santo Skype !!!) e emails.
Semana que vem vou para Alemanha encontrar minha grande, grande, graaaaaaaande amiga Sil. Mal posso esperar :-D . Mas depois ela vem passar uns dias em casa também e conhecer a sobrinha nova dela, que a propósito está cada dia mais sapeca hihihi.
Andar com ela na rua até que não é difícil, mas tooooodo mundo pára para passar a mão e brincar com ela.
Hoje a gente foi jantar fora e a levamos junto. Quando estávamos quase em frente ao restaurante, uma turista alemã apareceu e agarrou a Phoebe e a beijou muito. Eca. A Phoebe enfiando a língua na boca da mulher, eu puxando pela coleira, mas a mulher (louca!) queria beijar a cachorrinha ... então tá né.
Pelo bom comportamento dela no rest, deixei que um pedaço do meu hamburguer, inexplicavelmente, saísse do meu prato e fosse parar na boca da Phoebe :-)
No mais, o Anders que está em casa cuidando dela, durante sua licença "cachorridade", já aproveitou para conhecer todos os vizinhos que moram no prédio da frente. 90% deles são pessoas deficientes físicas e o mais velhos, agora no verão, passam o dia no páteo batendo papo etc.
Ontem uma senhorinha na cadeira elétrica, que já é amiga da Phoebe, veio nos cumprimentar. Na ocasião eu estava voltando pra casa com ela. Aí ela me disse que conhecia meu pai (!?), que passeava com a cachorrinha (hahahahaha), depois perguntou-me de que país eu era (digamos que meu norueguês é um pouco carregado no sotaque ..rs) e quando eu disse Brasil, ela arregalou os olhos e perguntou se tinha muita ananconda lá e se era perigoso. Enfim, tentei explicar que o Brasil é beeeem grande e as cobras moram longe na floresta :-)
Nesse momento o Anders acabou de sair com a Phoebe que mijou no tapete da sala pela segunda vez em menos de 2 horas. Ai ai ai, a gente sai com ela a cada duas horas, mas parece que as vezes a danada faz de propósito.

domingo, 13 de julho de 2008

Ela chegou, ela chegou !



A Phoebe chegou !! EEEEEEE !
Nascida dia 13 de maio de 2008. Filhota de Mumin e Teqno.
Logicamente que fomos buscá-la logo ali em Höör, no sul da Suécia. Nada mais, nada menos do que 8 horas de carro.
Mas valeu a pena !!!
Saimos na sexta-feira e quando chegamos lá, fomos direto ao canil Huskylyan para visitar nossa menina. A dona do canil, Sandra nos recebeu gentilmente.
Nos mostrou a propriedade, todos os cachorros e uns porcos que parecem o Pumba do Rei Leão, mas são meio nojentões.
O canil está com duas mamães. Uma delas deu cria a uma ninhada de biritas hehhe Whisky, Tequila, Cognac, Bacardi e Baileys. Já a Phoebe veio da ninhada dos gladiadores (Zeke, Izor, Medusa, Elektra, Amber, Nova e Embla) e originalemente batizada de Amber, mas a gente achou que Amber e Anders fossem muito parecidos, chama um vem o outro, e daí já viu ..rs.
O engraçado foi quando ela soltou os filhotes do canil para darem uma voltinha no quintal. Nossa, eles pareciam uns torpedos, não dava nem pra saber se era um cachorro, um avião ou o que hehehe.
No dia seguinte, cedo, a gente pensou, ah vamos lá buscamos a Phoebe e pé na estrada.
Aham.
Chegamos no canil as 9 da manhã e saimos de lá quase a uma da tarde.
A mulher do canil nos mostrou fotos, como alimentar os cães e passamos horas falando sobre corridas. Ela e o namorado competem.
Enfim, Phoebe no carro e aí sim pé na estrada.
Ela ficou super tranquila, não chorou nem nada. Agora a primeira noite, obviamente, ela chorou e o Anders dormiu com ela no chão da sala.
Ela também chora se está sozinha num cômodo da sala, mas é só chamá-la que ela pára. Acredito que em alguns dias ela vai estar mais familiarizada com tudo.
Deu maior dó quando a Sandra trancou a mãe dela com os irmãozinhos no canil e deixou Phoebe para fora, para um último pipi antes da viagem. E eis que a bolinha de pêlos saiu em disparada em direção ao canil e queria passar por entre as grades para voltar com a família. Tadiiinha.
Mas ela vai ser muito feliz com a nova família.

Abaixo um link com meia duzia de fotos da estrada e do canil.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Sitemeter

Adicionei essa ferramenta ao meu blog, à partir de hoje :-)
Achei bem legal !!!

Alanya

Bom, ficou faltando falar de Alanya, a cidade que nos hospedou por mais tempo na Turquia e para qual a gente nunca mais voltará.
A gente só foi para naquele buraco, porque o pacote de viagem era mega barato.
A cidade fica a 2 horas de busão de Antalya, onde fica o aeroporto, então imaginem a facada que não pagamos aos taxistas loucos de pedra para nos levar, em horários insólitos, para o aeroporto. E eu, ao invés de tirar um cochilo no caminho, não conseguia nem piscar os olhos de medo de morrer num acidente de trânsito. afe.
Bom, o ônibus da agência de viagem fez nossa transferência do aeroporto para o hotel. Tirando a gente e mais meia duzia, o resto já era a segunda ou terceira vez que viajavam para o mesmo lugar. Meu, com tanto lugar no mundo pra se conhecer, porque é que o povo tem que ir para o mesmo lugar sempre ? Cada um, cada um ....
O negócio é que a cidade é um resort gigante, repleto de hotéis, restaurantes, consultórios médicos (eu fiquei assustada quando comecei a contar quantos tinham, nessa hora também pensei que fosse morrer de alguma coisa, pois por alguma razão ali estavam os milhares de consultórios médicos) e lojas de roupa falseta. E pronto. Acabou.
Ah também tem uma praia principal, que se chama Cleópatra com um castelo no topo dum morro. Dizem que a senhora dona Cleo vinha passar uns tempos nessa praia e os escravos a carregavam pra cima e para baixo. Mas tipo, o castelo fica muuuuito no alto do morro.
Tirando meia dúzia de locais, o restante que se via por aí eram alemães e escandinavos, por todos os lados e esquinas.
Os restaurantes possuem nomes super criativos, tais como Viking, Oslo S (nome da estação de trem daqui de Oslo), Nordic whatever, entre outros. No menu só comida escandinava. Por dios né. Mas o povo gostcha. Sai de casa pra ler menu em norueguês nas Turquia.
Era engraçado um dos "garção" do nosso hotelzinho. Os tiozinhos lá trabalham pra caramba. 7 da matina te serviam café e iam diretão até 10 da noite. Mas enfim, um dos garçons (o primeiro a me perguntar no primeiro jantar, se eu era turca, blá blá blá) só falava com a gente em alemão. Por que, eu não sei. Ele sabia que a gente falava inglês e norueguês, mas ele fazia questão de nos atender em alemão, então tá né.
E por falar em alemão ... todas as noites tinham um showzinho ou no nosso hotel ou no hotel do vizinho que dava pra gente ver da nossa varandinha. Numa das noites tinha um cartaz no hall do hotel "Feuer, Schlange und Leder"(fogo, cobra e couro) Meda ! O Anders virou e disse, só podia ser coisa de alemão. E num é que era ? Um casal que fez um showzinho com umas coitadas cobras e pirofagia. Um show que eu perdi, mas queria ter visto foi de uma traveca alemoa também.
Fora isso a gente passava o dia largado na beira da piscina ou na praia. Onde o povo branquelão torrava embaixo do sol.
Foi interessante, mas não volto pra lá nunca mais, nem que o pacote seja de grátis.
http://prikoh.multiply.com/photos/album/84

quinta-feira, 3 de julho de 2008

de volta aos 30

Ê ! Hoje pela segunda vez no ano o termometro chegou aos 30C ! É motivo pra fazer ligação do meu celular para celular no Brasil, é motivo pra sorrir, é motivo pra andar com o vidro do carro aberto e deixar os cabelos voando pra fora da janela, é motivo pra andar pelado dentro de casa, suar e grudar na cadeira de couro.
E para outro é motivo pra sair por aí dirigindo seu conversível (só hoje na autoestrada contei 5 numa questão de 40 minutos

Norueguês tem dessas coisas. O outono passa, as bicicletas somem das lojas de esportes e aparecem os artigos de esqui. Caixa de esqui no teto do carro, cera pra esqui e o raio que os parta.
A primavera dá seu piscar de olhos e os esquis são arrancados das lojas (ou vão para no fundo dela, em alguma sala, ou se vc for um sortudo vai levar para casa equipo com 70% de desconto).

E eu casada com um bom 50% noruguês tenho que aderir a moda.

Nossa última investida foi numa canoa Ally. Montável e carregável. Ontem, como o dia também estava bonito (sol se pondo as 10:40h da noite) levamos a caixa com a canoa para um rio aqui perto. Segundo o dvd, uma pessoa a montaria em uma hora, na primeira vez. O tiozinho do dvd a monta em 15 minutos como se fosse um lego.
Pois bem.
Duas horas depois, eu e o Anders não chegamos montar nem 30% daquela porra.
Tirando um bando de polonês que nos assistia bem de perto e sem pagar nada pela sessão de cómedia, ainda voltamos para casa com as costas arrebentadas e minhas mão faltando uns pedacinhos, literalmente. Não é ralado, é faltando um "taio" de carne mesmo. A gente tem colocar umas varetas dentro da canoa, de comprido e atravessado, e esticar BEM, mas quem disse que as varetas se encaixam que nem lego ?! Heim, heim ??? A hora que vc menos espera ela come um pedaço da sua mão, quando desconecta da outra vareta, porque vc mantem um pé numa, a bunda noutra, uma mão numa terceira, e a outra mão não consegue encaixar a quarta na quinta, que por sua vez, péémmm na sua mão.

Mas eu sou brasileira e não desisto nunca hehehehe.

Sábado, se o tempo permitir, vamos tentar de novo. Se sobrar mão para escrever aqui nesse post, contarei como foi :-)

Mudando de assunto, ainda falta postar uma meia duzia de fotos da Turquia.
E por falar em Turquia, fico feliz que os cartões postais tenham chegado :-)

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Coming soon ...




Amber !!!!

Nossa husky siberiana.

Iremos buscá-la em 2,5 semanas na Suécia (8 horas de carro, só quero ver ...).

Mas ela não é a coisa mais linda ?!











Nexus !!!

Nosso british short hair cat (nunca tinha ouvido falar nessa raça antes) !!!
Segundo a criadora ele é o terror de todos (no bom sentido).
Vamos buscá-lo em 6 semanas, aqui em Oslo mesmo. Até lá Amber terá um curto reinado de algumas semaninhas :-)
Pronto, 3 posts num dia, agora volto para minha vida de sofá, sorvete e LOST (graças à minha amiga Nara :-) )

meia noite

Foto tirada exatamente a meia noite do dia mais longo do ano aqui ... 21 de junho.
Não ficou lá aquelas coisas, mas eu estava com sono e sem lentes de contato (num conseguia nem focar ...rs), mas tá aí. Nessa terra dos 8 (sol até as 3 da tarde) e 80 (sol até meia noite).

Pamukkale


Fizemos uma viagem bate-volta até Pamukkale, saindo de Antalya.

Nos buscaram às 4:30h da matina e nos devolveram ao hotel às 00:30h.

Vinte horas de viagem num mini bus. Afe.

Mas valeu a pena.

Pamukkale ou castelo de algodão, trata-se de umas formações de carbonato de cálcio. A água do local é rica em vários minerais e contém CO2 que quando borbulha na superfície,em contato com o cálcio, forma o carbonato.

Infelizmente, o local não está com tantas piscinas naturais, porque alguns hotéis contaminaram a rede com esgoto e eles tiveram que bloquear alguns pontos.

De qualquer forma, o lugar é fantástico. Está localizado numa das cidades que um dia foi do império romano. Hierápolis, que na verdade foi uma mistureba de judeus, romanos e cristãos. Há várias ruinas e tal. Era um centro de cura, pois acreditavam que a água que lá brotava, com muitos mineirais, fosse boa. Tem até hoje uma piscina sagrada. Dizem que Cleópatra nadou lá.

Mas essa água era tão boa que do ladinho está Necrópolis, o cemitério. Enorme, se extendendo por quilometros ... o que põe um pouco em dúvida a crença de cura do lugar ...rs.

Fez um calor insuportável. Acho que bateu na casa dos 40C. A piscina sagrada tinha uma água refrescante à 36C. Eu resolvi não pagar e ficamos perambulando pelas ruínas.

Na volta tivemos um quiz no busão. Nós ficamos em segundo lugar (erramos a pergunta sobre o tempo de serviço militar na Turquia ...hehehe afe), mas ganhamos uma lembrancinha assim mesmo.

Foi um passeio mega cansativo, mas eu recomendo :)

http://prikoh.multiply.com/photos/album/82

domingo, 22 de junho de 2008

Göreme




Fomos de avião de Istanbul até Kayseri, onde pegamos um bus até Göreme.Segundo o Lonely Planet, "se alguns lugares são mágicos, Göreme é um deles". Eu assino embaixo.

Göreme é um pequeno vilarejo formando, fundamentalmente, por suas "Fairy Chimneys". Essas chaminés são formadas de uma rocha macia (derivadas de um derramento de lava a não sei quanto tempo atrás, e que com o tempo foi afundando e formando as chaminés), que permitiu que as pessoas escavassem por dentro dessas chaminés e contruíssem, casas, igrejas, cidades subterrâneas e tudo mais.

O nosso quarto na pousada, obviamente era numa chaminé :-). A pousada ficava num ponto alto da cidade com uma vista linda, tanto durante o dia quanto a noite.

As atrações principais do lugar são o museu ao céu aberto e passeios com balões, que infelizmente não fizemos.

O museu é uma coleção de igrejas e incríveis afrescos feitos por monges que lá viveram muito tempo. Eles produziam vinho, tinham horta e animais. Com o surgimento do iconoclasmo, muitos afrescos tiveram os rostos dos personagens bíblicos destruídos. No primeiro dia nós alugamos bikes e fomos até o museu e depois fomos fazer uma trilha. Voltamos com lama até na orelha porque estava chovendo e a trilha parecia mais um rio.

No museu passamos pela loja de suvenirs, repleta de coisas lindas e até baratas, mas não dava pra comprar muita coisa por conta de transportar pra casa. Enfim, vimos um porta chaves lindo, em madrepérolas pendurado numa parede com mais outras coisas. Num degrau, em frente a parede, mais coisas. Eu queria ver o preço do porta chaves, e subi no degrau, perdi o equilíbrio e tentei me apoiar na parede, que na verdade era falsa. Gente do céu, que quase caiu tudo. O Anders foi rápido para me segurar e segurar a parede. Eu tremi por uns 20 minutos sem parar. Mas não quebrei nada. afe que situação.

No outro dia fizemos um passeio com guia até Avanos (cidade com muitos artigos em cerâmica, tudo o zóio da cara), Ürgup, onde paramos num restaurante maravilhoso escavado dentro de um monte e de quebra fomos para Kaymakli visitar a cidade subterrânea.

Fantástica.

Gigante.

Dos 7 andares subterrâneos, a gente só tem acesso aos 3 primeiros. A cidade era utilizada como refúgio durante a ataques. E na época, eles pretendiam que o vilarejo estivesse abandonado, escondendo-se na cidade subterrânea. Tinha espaço até para os animais (vacas, cavalos). Cozinhas, lugar para produção de vinho, igrejas, etc.

Na volta passamos pelo Vale dos Pombos. Várias chaminés com umas janelinhas. Eu achava que o nome de pombal fosse no sentido figurado. Mas não é. As janelinhas foram feitas para que os pombos pudessem viver lá, aos milhares, para fertilizar o solo. Algum infeliz tinha que escalar os lugares e recolher os escrementos. Hoje em dia estão proibidos de criar pombos.

Também visitamos o Vale Rosa. Formações rochosas de cor de rosa, muito lindas.

Finalizados com Göreme voltamos para Alanya.

http://prikoh.multiply.com/photos/album/81

http://prikoh.multiply.com/video/item/13

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Istanbul


Ao contrário do que muita gente pensa, Istanbul não é capital da Turquia.
Ankara sim, é a capital e fica mais no interior do país, algo tipo Brasília e Rio de Janeiro vá.

Fundada a mais ou menos no ano 1000AC, a cidade dos "7 hills", foi palco da guerra de Tróia, batizada de Bizantinum no ano de 657 AC, rebatizada de Constantinopla no ano de 330 DC, tendo com religião oficial o Cristianismo durante o império Romano. No ano de 565 Aya Sofya é o centro do Cristianismo Ortodoxo, . Em 717 vem a era do iconoclasmo, (contra o culto de imagens). Cidade anfitriã das cruzadas. E enfim, hoje Istanbul, brilha e vive entre dois continentes.
É uma cidade repleta de gatos, para todos os lados. Em todos os lugares.
O único ponto negativo para mim foi não poder dormir. Devido ao grande número de mesquitas e seus mega, ultra, hiper altofalantes para se comunicar com Allá durante suas cinco orações diárias, sendo uma delas tarde da noite e a outra no meio da madrugada.

Tratando-se de uma cidade tão antiga e rica em história é de se esperar que se tenha inúmeras atrações para se visitar.
Para começar fomos enrolados por agente de taxi no aeroporto, que nos levou 50 liras turcas para nos levar até o hotel, sendo que poderíamos ter gasto apenas 5,20 indo com o transporte público que parava na frente do nosso hotel e que o maldito disse que simplesmente não existia na área em que iríamos ficar.

Nosso hotel era em Sultanahmet, no coração de Istanbul. Praticamente dentro da Aya Sofya.
Com apenas um pulo, a gente estava, praticamente, dentro de qualquer um dos principais pontos turísticos.

No primeiro dia, passamos a tarde no Topkapi Palace (que ficava, literalmente, do lado do hotel).

No segundo dia visitamos a Blue Mosque, Aya Sofya e o Grand Baazar.

Algumas notas sobre as mesquitas constam no album do multiply (http://prikoh.multiply.com/photos/album/79)

O Grand Baazar é literalmente grande, rs. E você VAI se perder lá dentro (tanto que para achar um restaurante, tivemos que perguntar 3 vezes, tendo o mapa em mãos). Tem que se estar preparado psicologicamente para o assédio dos comerciantes. Sorria, ignore e siga andando. Se você não se interessa pelo produto do camarada nem se atreva a olhar para ele. Eu fiz a besteira de cometer um contato "zóio no zóio" com um vendedor de prata. Quase que o cara me seguiu até o hotel perguntando qual era meu "budget"para uma pulseira que eu nem queria. E para fazer o tio entender que eu NÃO queria a pulseira nem que ele me pagasse foi difícil. Mas nem todos são tão chatos assim. Alguns deles dá até pra conversar normalmente.
O bazar é dividido em áreas, tipo ouro, couro (eu nem sabia que a Turquia era famosa por couro), roupas baratas (entenda-se piratex), prata, luminárias, etc.
Eu acabei comprando umas lembrancinhas e duas encharpes de seda. Nessa, eu acho que fui engambelada pelo vendedor. Mas ele era bacaninha. Fez a ligação pro tio do chá e tudo.

No caminho da volta a gente entrou numa barbearia para o Anders cortar a cabeleira. Esse fato será dedicado ao próximo post :-)


No terceiro dia visitamos o museu arqueológico de Istanbul. Gigante e magnifíco.
Também visitamos a basílica cisterna. Impressionante. Construída em 532 pelo imperador bizantino Justiniano. Ela fica no subsolo e possui 336 colunas arranjadas em 12 fileiras. Pode comportar até 80 mil metros cúbicos de água.

No quarto dia fizemos um passeio pelo estreito de Bósforos. É legal ficar pensando que você está entre europa e ásia. A gente foi de barco até a saída para o Mar Negro. E voltamos pimbando de busão em busão. Mas valeu a pena. Passamos por alguns vilarejos interessantes.
http://prikoh.multiply.com/photos/album/80

Em seguida seguimos para a Capadoccia.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Turquia !



Voltamos de viagem nesse domingo ! Alegria de pobre dura pouco e nossas duas semanitas passaram voando.
A viagem se resume em muito calor (voltei menos branca para casa), muita comida boa, paisagens fantásticas e exuberantes e todo mundo perguntando se eu era turca, e não felizes com a resposta insistiam perguntando se minha mãe era turca, se minha avó era turca e por aí vai.

Passamos por algumas cidades, cortando o país pela metade, seguindo de sul para o norte.
O roteiro foi o seguinte: Antalya- Alania - Denzili- Pamukkale - Istanbul - Göreme e outras cidadezinhas da região da Capadoccia.

Antes de falar de cada lugar, algumas considerações podem ser feitas a respeito da Turquia. Digo Turquia porque certas coisas são iguais em todas as cidades, ou seja, trata-se de algo nacional e não regional.

O trânsito por exemplo. Se você é uma pessoa cardíaca não deveria em hipótese alguma andar de ônibus, táxi ou a pé. Não há regras de trânsito e pedestre não tem vez. Ninguém usa cinto, ninguém usa capacete. Todo mundo dirige a mil por hora, tanto que uma de nossas guias nos contou que uma vez estava a 90 Km/h numa rodovia onde o limite era 70, e foi parada pela polícia que pediu para que ela dirigisse mais rápido, porque estava segurando o trânsito. TODO mundo ama uma buzina, por qualquer motivo ou razão, ou na MAIORIA das vezes sem qualquer motivo ou razão. Dirigir na contramão (até mesmo no acostamento da rodovia) é super normal, além de pilotar a moto pela calçada e se você não for esperto suficiente para pular dentro da primeira loja de tapetes, acaba sendo atropelado.

Se acaso você se jogar dentro de uma loja de tapetes, prepare-se. O vendedor chega com aquela cara de "seu melhor amigo", pergunta de onde você, a quanto tempo chegou, etc, daí mostra o produto dele, desce todos os tapetes da loja na sua frente e fala da qualidade, da tradição, e aí ele te diz que o preço é tanto, MAS que para você, amigo de fé e irmão camarada, ele faz mais barato. Caso você realmente se interesse pelo produto, você deve oferecer a metade do preço camarada e o negócio vai e vem até se chegar num comum acordo. Se o preço não for o que você quer, simplesmente saia andando, porque o nego com certeza vai correr atrás de você. E caso ele perceba que você está mesmo interessado no produto, eles vão ligar para o “tio do chá”. Um telefonema misterioso e dois segundos depois aparece um tiozinho segurando uma bandeja com “çay” o chá deles, que é servido de graça num copinho de vidro, com pires e dois cubinhos de açúcar.

E se ao invés de se arremessar numa loja de tapetes, ouro ou porcelanas, você se arremessa num restaurante (ou mesmo na ausência do piloto da moto, os garçons vão tentar te puxar para dentro do rest deles ..), o cardápio pode ser uma infinidade de kebaps, tais como “döner kebap” (aquele igual churrasquinho grego da praça da Sé), “shish kebap” (vem no espetinho com legumes), kebap no cozido num pote de barro, entre outros ou um menu inteirinho a base de iogurte. Vai gostar de iogurte assim lá nas Tuquia, afe. A entrada pode ser uma sopa de iogurte com arroz, seguida de pão com patê de iogurte e alho, depois um ravióli turco chamado Manti com molho de iogurte e para arrematar, iogurte com frutas de sobremesa. E não feliz você ainda pode beber a tal da “água do iogurte”. Eu provei todos os pratos, não necessariamente nessa mesma ordem ... e essa água do iogurte ... simplesmente arrrgh !

Enfim, vou postar algumas fotos agora no multiply com algumas descrições, fica mais fácil falar das coisas com a foto na frente. Depois eu volto aqui para postar um pouco de cada cidade por onde passamos.

:-)

terça-feira, 3 de junho de 2008

38

Se 29 era quente imaginem 38C (nesse teclado nao tem virgula. mas tem essas letras legaıs ş ğ rs)
Chegamos a Antalıa. A cıdade nao é la aquelas coısas. Trata-se de um gıgante complexo de hoteıs para escandınavos e alemaes.
Os doıs prımeıros dıas fıcamos estendıdos na praıa. A prıncıpal delas chama-se Cleopatra. E foı dada de presente a mesma acho que por Julıo Cesar. A agua eh lında e o fundo dela nao eh de areıa mas sım de pedra. Mas nao pedrınhas e sım um bloco ımenso de pedra cheıo de alga ou musgo seı la escorregadıo.
Hoje vamos a um bazaar e a um haman (casa de banho turco) onde eles te esfregam e fazem massagem. Dızem que cerca de 150 gramas de pele morta saı de vc heheeh eh bom para emagrecer entao ?! Enfım vamos la ver como eh que eh.
Ah aquı todo mundo é ' my frıend'. Aguenta esses negos tentando vender a mae e perfume bom e 'orıgınal' por 3 euros. Aham ...
Fora ısso ja me perguntaram umas 3 vezes se eu sou turca e muıtos se dırıgem a mım falando em turco. Eu tenho cara de qualquer coısa menos de brasıleıra. Vıajando pela amerıca do sul ou eu era argentına ou espanhola. Aquı sou turca.

sábado, 31 de maio de 2008

29

Gente do céu que quase morri de calor aqui hoje :D

O termômetro nunca subiu tanto ...hehehe chegou a bater a casa dos 29C !
Sai de casa de pernas de fora, pela PRIMEIRA vez no ano (lembrando que já estamos em junho).
MAs foi ótimo, uma brisa super morna também. Porque até então tinha sol, mas com um ventinho gelado chato. Mas hoje deu até pra reclamar que tava muito calor hehehehe.
Ah, e o sol está se pondo as 22:35 da noite. Ou seja, quando é meia noite tá claro ainda !

Bom, vamos viajar lá pra terra do kebab e voltaremos em duas semanas cheios de fotos e histórias pra contar !

quarta-feira, 21 de maio de 2008

17 de Maio


Sábado passado foi feriado aqui na Noruega.


17 de Maio é feriado nacional em comemoração à assinatura da constituição norueguesa e sua independência da Dinamarca, em 1814.
É tipo um 7 de setembro brasileiro, com desfile na rua, fanfarra e tudo mais, mas com algumas peculiaridades ...rs.

Primeiro que durante a semana que precedeu o feriado, todo mundo no trabalho me perguntou se esse seria meu primeiro 17 de maio na vida, e eu disse que sim, tanto que a passagem de volta da minha mãe foi agendada para o dia 20 (ontem), só para que ela pudesse prestigiar o 17 ...rs
Aí, o Anders me diz que todo mundo tem que se arrumar pra festa na rua. Ir com a melhor roupa, terno e gravata .. bom eu dei risada, e quando falei isso para um colega de trabalho, ele me olhou e disse "tá achando que aqui é carnaval, é ?!". Então, tá, vamos por roupa de casamento.


Quem não veste roupa de casamento, veste o "Bunad", roupa típica norueguesa. É uma roupa lindíssima, usada para a ocasião do dia 17 de maio ou em casórios (é chique usar em casório). Cada região do país tem um design diferente de roupa. Tanto os adultos quanto as crianças tem Bunad. Até o cachorro da minha amiga Nara tem :-)
Existe até seguro para os Bunads, algums custam na base de 10 mil reais.



E como eu sou uma pessoa de muita sorte, nevou no sábado. Não nevava num 17 de maio a não sei quantos milênios, mas no meu PRIMEIRO 17 DE MAIO, nevou (pior que isso foi quaaaase ter presenciado chuva no Atacama, afe !) !
Enfim, pegamos o metrô e fomos até o centro ver o desfile das escolas, com fanfarra, bandeira, aluninhos cantando o hino e tudo mais. Muito legal !
Ah, nessa data também é quando ocorre a última festa, antes dos exames finais do povo que vai se formar no colegial. É a festa do Russ. Esses negos do Russ usam um macacão (vermelho pra o colegial "normal", azul para economia e preto para técnico) desde o dia 1o. até o 17. Eles também distribuem um cartão pessoal, com foto, email, uma piada, etc e a mulecadinha menor coleciona. É legal, porque o povo do Russ fica se achando dando os cartões pra pirralhada.
No dia 17 eles vestem uma boina com trocentos pinduricalhos que representam as coisas que eles aprontaram, tipo, as meninas beijam policiais (no rosto), beber não sei quantas brejas num dia, ficar bêbado por não sei quantos dias, e por aí vail. A maioria das turmas também compram um ônibus e pintam todo, botam som, etc e viajam por aí.
Depois do desfile voltamos pra casa, pois no fim da tarde íamos num festa na casa da Nara e do Roberth. O casal que viajou conosco para os fjords e para o ultimo passeio de cachorros :-)
Quando descemos para pegar o carro, tudo enterditado, porque o senhor seu Rei estava, literalmente no portão do prédio. hehehehe foi maior legal. Ele todo ano visita um bairro, e esse ano foi o nosso. Eu até o convidei para um café, mas ele disse que estava muito ocupado, para deixar para outra hora.


Passamos o resto do feriado numa comilança só na casa dos nossos amigos ! vídeo do Rei, aqui: http://prikoh.multiply.com/video/item/12

mais fotos aqui: http://prikoh.multiply.com/photos/album/78